Categorias
CONECTAR

NEGRITUDE INFINITA: POR UM CINEMA NEGRO

Foram sete dias de Mostra Negritude Infinita, entre mesas, master class, oficinas e a exibição de 70 filmes, entre curtas, médias e longas-metragens, oriundos das cincos regiões do país, envolvendo uma equipe de 20 pessoas e 15 convidades. Reafirmando uma importante janela de exibição e discussão sobre o audiovisual produzido por profissionais negres no Brasil, pautando circuito e mercado do audiovisual, e inserindo Fortaleza numa rede de mostras de cinema negro no Nordeste e no Brasil.

A mostra nasceu da vontade de exibir e debate cinema negro, falar de algo inalcançável num contexto tão demarcado por vácuos de representatividades e visibilidades de obras produzidas e realizadas por pessoas negras. Construir lugares de afirmação de identidades, corpos e estéticas, que se fazem pela diversidade e multiplicidades das incalculáveis negritudes: um gesto sem fim.

Queremos agradecer ao Instituto Dragão do Mar e a equipe do Centro Cultural, nas pessoas da Clara Machado, Roberta Felix, Kátia de Sá, Lorena Rolim, ao curador do cinema Pedro Azevedo e toda a equipe do Cinema do Dragão. A equipe da Maju Delícias & Sabores, que nos alimentou durante toda a semana. Ao seu Helder e sra. Joana, da Avante Van, que realizou o transporte da equipe. E a Vila das Artes. Por fim, agradecemos a todo o público presente.

Que 2020 nos traga uma terceira edição.
O CINEMA É NEGRO

Fotos:
Caroline Sousa @querocarol
Mumu Cruz @mumutante
Mairla Delfino @mairladelfinofotografia
Flávia Almeida
Talyane Mary @srta.talyanemary